Back to the top

Um pouco mais sobre um dos grandes shows do Calango 2009.

Alguns já sabem que a animada banda paranaense Nevilton encabeçou o top 5 do Factóide para o Calango.

Se você perguntou o porquê, talvez a resposta esteja aqui.


Boas performances tiveram muitas no festival, entretanto nenhuma teve tanta presença de palco.

Músicas despretenciosas, mas que agitaram a galera, e mais exaltavam os fundamentos do Rock na forma de Mulheres, Cerveja e Festa (ou Sexo, Drogas e Rock and Roll – Made in Umuarama).

Soma-se a isso a despreocupação em “desagradar” alguns ao reverenciar Hermeto Pascoal ou então fazer uma ligação musical de David Bowie com Chico Bento.

Na coletiva de imprensa, se presenciou a euforia dos caras, que ao mesmo tempo eram atenciosos ao responder a pergunta, mas não escondiam a vontade de se jogar na festa do derradeiro dia do Calango.

O som deles é aquele que deveria ser tocado em todas as rádios pelo Brasil, substituindo um monte dessas bandas fabricadas que se escuta nas emissoras pop da vida.

Não sei se a banda precisa do Pop (diria que sim, entretanto esse não é o ponto), mas com certeza o Pop nacional precisa do Nevilton.


PS: Mais sobre o Calango no nosso Review.

PPS: Tem um monte de músicas do Nevilton para baixar na Trama.

fonte: http://www.factoide.wordpress.com/2009/11/18/nevilton-e-o-pop/

25

Em sequência, anunciados pelos Inimitáveis, o novo som de Umuarama: Nevilton. Banda muito boa, com a melhor presença de palco do festival, que botou todos para dançar.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=lMkmxDZSth0&color1=0xb1b1b1&color2=0xcfcfcf&feature=player_embedded&fs=1]

fonte: http://factoide.wordpress.com/2009/11/02/review-do-festival-calango-2009-fotos-e-videos/

11

Sabendo ser Pop

E está aí um dos grandes méritos do Calango, em poucos outros lugares os destaques seriam as novidades. No último dia de festival, a banda paranaense Nevilton se revelou como uma daquelas apostas que poderia facilmente se tornar sucesso nacional. Pelo menos os atributos eles têm, trazem energia jovem, possuem uma veia pop invejável, capacidade de criar canções boas e fáceis e são excelentes de palco. Um simples power trio que faz música direta, mastigável, mas, ao contrário do que é feito em geral na música pop que circula no mainstream, não é para tirar o gosto, cuspir e jogar fora. É Rock-Pop dos bons. Poucas vezes se vê um vocalista em cima do palco chamar pra si a responsabilidade, jogar junto da torcida e trocar passes com as composições de forma tão sincera e espontânea. Sem medo de encarar a platéia, a Nevilton fez um grande show, como se fosse uma banda super conhecida. Não é qualquer um nesse circuito independente que incendeia o público com músicas próprias, botando todo mundo pra cantar, dançar e pedir biz.

Nevilton sem medo de ser pop, rock e bom

Nevilton sem medo de ser pop, rock e bom

fonte: http://www.nemo.com.br/elcabong/?p=2192

54

Domingo

A mudança de lugar foi positiva, os shows ao ar livre deram uma vibe bem legal pro evento. Cheguei no início do Vitrolas Polifônicas, e estou no grupo dos que simpatizaram com a jovem vocalista (“a nova Mallu”, “Me Excita é maior que Tchubaruba” etc). O grande destaque da noite – e do festival – foi o Nevilton. Com talento e carisma, ganhou o público de cara com um rock animado e enérgico, com um pé no Los Hermanos e outro no Supergrass. Excelente show, mais um para o top 3. Nevilton deixou o público para o Cassim & Barbária completar a tríade. A banda junta boas melodias e refrão “nanana” com trechos de um rock experimental quase beirando o noise, que em muitos momentos me lembrou bandas como o Secret Machines. As duas baterias deram peso ao som, que ainda era completado por brinquedinhos fazendo ruídos. Sensacional. Cassim adiantou que o próximo disco deve estar ainda mais experimental e estranho. Vem aí coisa boa.

Top 3 (sem considerar os hors-concours Wander Wildner, Macaco Bong etc):

Nevilton
– Cassim & Barbária
– Holger

30

Um dos favoritos do Scream & Yell, o trio Nevilton (foto acima), de Umuarama, viajou de ônibus quase 24 horas para se apresentar em Cuiabá. E quem pensa que o cansaço diminuiu o pique do trio está enganado. Apresentando seu novo baterista, o versátil Chapolla, o grupo fez uma apresentação vigorosa e contagiante com o baixista Tiago Lobão (exibindo uma bela camisa do Monty Phyton) e o guitarrista e vocalista Nevilton ensandecidos no palco. Foram apenas cinco músicas, mas na segunda eles já tinham o público nas mãos. Nevilton está se transformando em um excelente entertainment e “Paz a Amores” é o tipo de música com potencial raro de hit radiofônico, que na segunda repetição do refrão já tem todo mundo cantando junto. Um show memorável.

fonte: http://screamyell.com.br/site/2009/11/02/o-melhor-do-festival-calango-2009/

26

Nevilton e Inimitáveis formaram mesmo um dobradinha querida pelo público e entrosada entre si, Inimitáveis arrebanhou um dos maiores públicos visto nesse último dia e podia-se ouvir até uma certa histéria em torno da apresentação da banda. E Nevilton, de volta à cidade, também teve uma participação maciça do público que cantava junto a maioria das músicas.

fonte: http://www.foradoeixo.org.br/noticia.php?id=1352

15

4069839954_3f0d4d7942_b

Nevilton – a banda de Umuarama provou por que é uma das revelações do ano, com seu show explosivo e a performance contagiante do guitarrista e vocalista Nevilton e do baixista Lobão. Virtuose sem ser pedante, Nevilton é pop inteligente para as massas.

fonte: http://colunistas.ig.com.br/tiagoagostini/2009/11/03/festival-calango-2009-a-cobertura-final/

30

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=TufhqoEbjkY&hl=pt_BR&fs=1&]


tweet: Nevilton, do Parana, mal começou e ja esta entre os cinco melhores shows do Calango! #

“Surpreendente também foram Nevilton, do Paraná, com um rock enérgico, que não tem medo de soar pop e contagiar o público que pela primeira vez começava a dançar. Junto com a banda Cassim e Barbária, de Santa Catarina, fizeram valer o dia inteiro do festival, que ainda celebrou a velha guarda mato grossense, mesmo que só estéticamente, com shows de Ebinho Cardoso e Paulo Monarco.”

fontes:
http://www.popup.mus.br/2009/11/04/calango-2009-cobertura-parte-dois/
http://www.popup.mus.br/2009/11/01/a-semana-no-twitter-5/

17


Feira Central de Campo Grande, experimente o “Sobá”!

Estas últimas semanas foram muito especiais, a correria vem sendo tanta com as gravações e viagens, que até então não tive tempo de falar sobre essas coisas bacanas que vem acontecendo. No finalzinho de fevereiro nós fizemos uma viagem a Campo Grande e Cuiabá e… como é quente aqueles lados, hein! 😀 A viagem foi excelente! Como da outra vez, a turma de Campo Grande nos recebeu muito bem, são muito queridos e festeiros, os rocks por lá são animadissimos! A festa foi muito boa, as outras bandas que tocaram também fizeram muito bonito: Jennifer Magnética, Astronauta Elvis, Dimitri Pellz… gente foda da cena local! Também os novos amigos da banda Plano Próximo, de São Carlos, que fizeram um show agitado, cheio de sintetizadores loucura e levadas dançantes, lindo de se ver! A noite foi sensacional, cheia de amigos que haviamos conhecido na viagem passada, e para esta ser ainda mais especial, conhecemos a famosa “Sopa Paraguaia” feita pela mãe da Letz, o “Sobá” da feira central da cidade, e ainda visitamos e tomamos um tererê no mercado municipal, cheio de ervas, chapeus, pimentas, fumos de corda, remédios naturais e essas coisas todas!


Mercado Municipal de Campo Grande, chapeus, ervas e fumo de corda de montão!

Cuiabá também foi incrível, pena que ficamos pouco tempo dessa vez. O festival foi muito bem estruturado, banquinhas com cds, camisetas, adesivos e várias coisinhas que esperamos ter logo logo para também oferecer pelos festivais! 😀 Chegando lá sabia que encontrariamos os amigos da Macaco Bong que são envolvidões com todos os lados do Cubo por ali… mas a grande surpresa pra gente foi encontrar, assim que entramos no Clube Feminino, nossos amigos catarinas da Aerocirco, que estavam atrás do palco, pois se riam a próxima banda a se apresentar. Recém chegar no local e já encontrar amigos, já deixa a situação 70% mais confortável, com toda certeza! Quando saimos de trás do palco, foi que eu vi que quem estava tocando eram os Inimitáveis, dos amigos Dennis e Heitor Jioji (que também toca na Revoltz)… fui ali comprar uma pizza em cone e tentar usar uns “cubo card”, quando eu volto a frente do palco o Dennis fala: “Agora eu gostaria de saber uma coisa… o Nevilton está por aqui?” Eles tocaram uma composição minha, chamada “Véspera”, que provavelmente será o próximo single deles, e digo uma coisa: a versão “inimitável” ficou bacana demais!!! Fiquei orgulhosíssimo de ver música minha sendo tocada por outra banda, de tão longe, e o que é melhor, uma banda muito bacana! Depois dos Inimitáveis, veio a turma da Aerocirco, e eu tirei muitas fotos, filmei algumas coisas, o show deles é muito bom, banda extremamente ensaiada, todos excelentes instrumentistas, agitação bacana no palco e músicas boas demais, foi muito bom rever um show deles!!! Nosso show seria mais tarde… nesse meio tempo tocaram outras bandas muito bacanas, como O Garfo e Nuda… e conhecemos uma turma de outras bandas também, como o pessoal da Vandaluz, que também estavam curtindo o show de todo mundo por ali! Muito bacana! Nosso show tambem foi lindo, estar naquele palco super bem iluminado, sonzeira totalmente responsa, o público muito querido, dançou loucamente ao nosso som, posso dizer que o show foi “uma delícia”! hahahaha Muito bom mesmo! Saímos de lá totalmente empolgados, eu não conseguia dormir, mesmo estando muito cansado da longa viagem daquele dia, e também cansado só de pensar no calor e na longa viagem do próximo dia! Uma coisa eu juro, Umuarama a Cuiabá, de Uno 1.0, sem ar condicionado, é coisa pra gente forte e desapegada de vários valores materiais! hahahaha … longe demais… e da metade pra frente, você perde alguns kg suando parado! Incrível! hahahah foi demais! Esperamos não demorar pra ter outra experiência dessas! 😀


no palco do Grito Rock Cuiabá! foi uma noite linda!

Muito obrigado a Letz, Jean, Mayra, Samambaia, Capilé, Wally, Alfa, Ney, Kayapy, Ynayã, novos e velhos amigos e todos que contribuíram pra que tal viagem tenha sido tão boa!

89
© WolfThemes