Back to the top

Um pouco mais sobre um dos grandes shows do Calango 2009.

Alguns já sabem que a animada banda paranaense Nevilton encabeçou o top 5 do Factóide para o Calango.

Se você perguntou o porquê, talvez a resposta esteja aqui.


Boas performances tiveram muitas no festival, entretanto nenhuma teve tanta presença de palco.

Músicas despretenciosas, mas que agitaram a galera, e mais exaltavam os fundamentos do Rock na forma de Mulheres, Cerveja e Festa (ou Sexo, Drogas e Rock and Roll – Made in Umuarama).

Soma-se a isso a despreocupação em “desagradar” alguns ao reverenciar Hermeto Pascoal ou então fazer uma ligação musical de David Bowie com Chico Bento.

Na coletiva de imprensa, se presenciou a euforia dos caras, que ao mesmo tempo eram atenciosos ao responder a pergunta, mas não escondiam a vontade de se jogar na festa do derradeiro dia do Calango.

O som deles é aquele que deveria ser tocado em todas as rádios pelo Brasil, substituindo um monte dessas bandas fabricadas que se escuta nas emissoras pop da vida.

Não sei se a banda precisa do Pop (diria que sim, entretanto esse não é o ponto), mas com certeza o Pop nacional precisa do Nevilton.


PS: Mais sobre o Calango no nosso Review.

PPS: Tem um monte de músicas do Nevilton para baixar na Trama.

fonte: http://www.factoide.wordpress.com/2009/11/18/nevilton-e-o-pop/

25

Em sequência, anunciados pelos Inimitáveis, o novo som de Umuarama: Nevilton. Banda muito boa, com a melhor presença de palco do festival, que botou todos para dançar.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=lMkmxDZSth0&color1=0xb1b1b1&color2=0xcfcfcf&feature=player_embedded&fs=1]

fonte: http://factoide.wordpress.com/2009/11/02/review-do-festival-calango-2009-fotos-e-videos/

11

Sabendo ser Pop

E está aí um dos grandes méritos do Calango, em poucos outros lugares os destaques seriam as novidades. No último dia de festival, a banda paranaense Nevilton se revelou como uma daquelas apostas que poderia facilmente se tornar sucesso nacional. Pelo menos os atributos eles têm, trazem energia jovem, possuem uma veia pop invejável, capacidade de criar canções boas e fáceis e são excelentes de palco. Um simples power trio que faz música direta, mastigável, mas, ao contrário do que é feito em geral na música pop que circula no mainstream, não é para tirar o gosto, cuspir e jogar fora. É Rock-Pop dos bons. Poucas vezes se vê um vocalista em cima do palco chamar pra si a responsabilidade, jogar junto da torcida e trocar passes com as composições de forma tão sincera e espontânea. Sem medo de encarar a platéia, a Nevilton fez um grande show, como se fosse uma banda super conhecida. Não é qualquer um nesse circuito independente que incendeia o público com músicas próprias, botando todo mundo pra cantar, dançar e pedir biz.

Nevilton sem medo de ser pop, rock e bom

Nevilton sem medo de ser pop, rock e bom

fonte: http://www.nemo.com.br/elcabong/?p=2192

54

Domingo

A mudança de lugar foi positiva, os shows ao ar livre deram uma vibe bem legal pro evento. Cheguei no início do Vitrolas Polifônicas, e estou no grupo dos que simpatizaram com a jovem vocalista (“a nova Mallu”, “Me Excita é maior que Tchubaruba” etc). O grande destaque da noite – e do festival – foi o Nevilton. Com talento e carisma, ganhou o público de cara com um rock animado e enérgico, com um pé no Los Hermanos e outro no Supergrass. Excelente show, mais um para o top 3. Nevilton deixou o público para o Cassim & Barbária completar a tríade. A banda junta boas melodias e refrão “nanana” com trechos de um rock experimental quase beirando o noise, que em muitos momentos me lembrou bandas como o Secret Machines. As duas baterias deram peso ao som, que ainda era completado por brinquedinhos fazendo ruídos. Sensacional. Cassim adiantou que o próximo disco deve estar ainda mais experimental e estranho. Vem aí coisa boa.

Top 3 (sem considerar os hors-concours Wander Wildner, Macaco Bong etc):

Nevilton
– Cassim & Barbária
– Holger

30

Um dos favoritos do Scream & Yell, o trio Nevilton (foto acima), de Umuarama, viajou de ônibus quase 24 horas para se apresentar em Cuiabá. E quem pensa que o cansaço diminuiu o pique do trio está enganado. Apresentando seu novo baterista, o versátil Chapolla, o grupo fez uma apresentação vigorosa e contagiante com o baixista Tiago Lobão (exibindo uma bela camisa do Monty Phyton) e o guitarrista e vocalista Nevilton ensandecidos no palco. Foram apenas cinco músicas, mas na segunda eles já tinham o público nas mãos. Nevilton está se transformando em um excelente entertainment e “Paz a Amores” é o tipo de música com potencial raro de hit radiofônico, que na segunda repetição do refrão já tem todo mundo cantando junto. Um show memorável.

fonte: http://screamyell.com.br/site/2009/11/02/o-melhor-do-festival-calango-2009/

26

Nevilton e Inimitáveis formaram mesmo um dobradinha querida pelo público e entrosada entre si, Inimitáveis arrebanhou um dos maiores públicos visto nesse último dia e podia-se ouvir até uma certa histéria em torno da apresentação da banda. E Nevilton, de volta à cidade, também teve uma participação maciça do público que cantava junto a maioria das músicas.

fonte: http://www.foradoeixo.org.br/noticia.php?id=1352

15

4069839954_3f0d4d7942_b

Nevilton – a banda de Umuarama provou por que é uma das revelações do ano, com seu show explosivo e a performance contagiante do guitarrista e vocalista Nevilton e do baixista Lobão. Virtuose sem ser pedante, Nevilton é pop inteligente para as massas.

fonte: http://colunistas.ig.com.br/tiagoagostini/2009/11/03/festival-calango-2009-a-cobertura-final/

30

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=TufhqoEbjkY&hl=pt_BR&fs=1&]


tweet: Nevilton, do Parana, mal começou e ja esta entre os cinco melhores shows do Calango! #

“Surpreendente também foram Nevilton, do Paraná, com um rock enérgico, que não tem medo de soar pop e contagiar o público que pela primeira vez começava a dançar. Junto com a banda Cassim e Barbária, de Santa Catarina, fizeram valer o dia inteiro do festival, que ainda celebrou a velha guarda mato grossense, mesmo que só estéticamente, com shows de Ebinho Cardoso e Paulo Monarco.”

fontes:
http://www.popup.mus.br/2009/11/04/calango-2009-cobertura-parte-dois/
http://www.popup.mus.br/2009/11/01/a-semana-no-twitter-5/

17
© WolfThemes